Destaques

Nova publicação do serviço de Reumatologia

O serviço de reumatologia publicou recentemente um artigo no Annals of Rheumatic Diseases, intitulado, "Determinants of happiness and quality of life in patients with rheumatoid arthritis: a structural equation modelling approach"
 
Este estudo teve como principal objetivo determinar os fatores que afetam a felicidade e a qualidade de vida em pessoas com artrite reumatoide.
Os resultados apontaram que a felicidade está relacionada de forma positiva com os traços de personalidade, e negativa com o impacto da doença. Por outro lado, o impacto da doença encontra-se relacionado de modo positivo com a atividade da doença e negativo com os traços de personalidade. Os efeitos da doença têm uma relação mais forte com a qualidade de vida do que com a felicidade. Para além disso, a felicidade atenuou o efeito negativo do impacto da doença sobre a qualidade de vida.
Em conjunto, estes achados têm implicações clínicas muito relevantes. Ao aceitar que a diminuição da atividade inflamatória da doença constitui o alvo essencial de tratamento, os profissionais de saúde também devem considerar os traços de personalidade, já que estes parecem desempenhar um relevante papel mediador na forma com os doentes sentem a doença (impacto). Nesse sentido, a otimização da qualidade de vida e da felicidade não exige apenas o controlo efetivo do processo da doença, mas também uma redução efetiva do impacto. Para isso, é necessária uma aplicação personalizada e dirigida de outras intervenções, além da imunossupressão, e exigindo uma intervenção multidisciplinar.


Download >>